Moçambique e EUA reforçam cooperação no domínio de Defesa e Segurança

Data: 22/09/2023
 
ecretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd J. Austin III,

Washington (Estados Unidos da América), 22 de Setembro de 2023 – O sector da Defesa dos Estados Unidos da América (EUA) vai reforçar a cooperação com Moçambique no domínio da defesa e segurança, garantiu hoje o próprio secretário de Defesa, o general Lloyd James Austin III, num encontro que manteve com o Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, no Pentágono, a sede do Departamento de Defesa norte-americano.

Com este compromisso o governo dos Estados Unidos pretende contribuir nos esforços da congénere moçambicana com vista aa garantia da estabilidade dos povos, particularmente no combate ao terrorismo, fiscalização contra a pirataria marítima e o tráfico ilegal.

O Comandante-chefe das Forças de Defesa e Segurança (FDS) de Moçambique e o general Lloyd James Austin III acordaram que os dois países vão reforçar as visitas neste sector da Defesa por entenderem ser fundamental para a segurança e estabilidade dos povos.

“Vamos continuar a reforçar as visitas nesse sector e isso é fundamental para podermos entrosar as nossas relações”, disse o estadista, reafirmand, logo a seguir, o agradecimento ao Governo e povo norte-americanos pelo apoio que prestaram a Moçambique no processo de desarmamento e desmobilização dos antigos guerrilheiros da Renamo no âmbito do processo DDR e noutras áreas sociais, como na mitigação dos efeitos das mudanças climáticas e no combate à pandemia da Covid-19.

Por seu turno, o secretário de Defesa dos Estados Unidos da América considerou prioridade do seu departamento continuar a cooperar com Moçambique no ramo da defesa para fortalecer a segurança, e ao mesmo tempo, promover a estabilidade.

“Nós estamos comprometidos para trabalhar com Moçambique nesse sentido, mas também achamos importantes os esforços de juntar a diplomacia para lutar contra a instabilidade e insegurança. Nós apoiamos os grandes esforços que fazem na luta contra o terrorismo no norte de Moçambique”, disse o secretário de Defesa, sublinhando que o departamento da Defesa tem interesse de prosseguir e intensificar a parceria entre as forças armadas de ambos países na componente de treinamento.

A questão de mudanças climáticas também foi alvo de debates entre os dois governantes, tendo o secretário de Defesa referido que está muito ciente dos efeitos das mudanças climáticas para a segurança, por isso prometeu trabalhar com Moçambique na componente de mitigação.

A ida do Presidente da República a sede do departamento de Defesa norte-americano marcou o segundo dia de visita a Washington e ao mesmo tempo o fim da visita aos estados Unidos da América, iniciada em Nova Iorque desde o dia 17.