PR empossa Chamutota com foco para a reconciliação nacional

Data: 02/10/2023
 
PR Nyusi empossa Secretaria do Estado de Sofala e Chefe do Protocolo-8

Cidade de Maputo (Moçambique), 02 de Outubro de 2023 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, empossou hoje Cecília Chamutota ao cargo de sectária de Estado na província de Sofala, que assume esta missão com a orientação de continuar a mobilizar as populações para, com o “coração aberto”, desenvolverem o espirito de reconciliação e acolhimento dos desmobilizados da Renamo no âmbito do processo de desarmamento, desmobilização e reintegração (DDR) dos antigos guerrilheiros.

Chamutota toma posse para este cargo num contexto em que o país encontra-se na fase derradeira de implementação das acções no contexto do DDR, mais especificamente sobre a reintegração, o que na sua óptica exige de todos a reafirmação do compromisso com a paz, tolerância e coexistência social. E Sofala engloba grande parte dos beneficiários deste processo.

E sobre os homens e mulheres residuais da Renamo, o Chefe de Estado diz tratar-se de irmãos que precisam de carinho e amparo neste momento que estão a refazer a suas vidas.

Como outra orientação para o bom desempenho das suas funções, a nova secretaria de Estado deverá privilegiar a auscultação e interação com todas as forças vivas da província para que as soluções que for a implementar a cada momento sejam consentâneas com o contexto e a realidade actual e local em benefício da população.

Chamutota assume esta função para uma região conhecida por frequentes escaladas de eventos climáticos extremos que causam consequências que exigem intervenções melhoradas para aumentar a sua resiliência, como se verificou aquando da passagem do ciclone Idai.

No sentido oposto, Sofala possui várias potencialidades que, segundo o estadista, devem ser exploradas de forma sustentável para o benefício das populações locais e para o desenvolvimento do país no geral.

“Para o efeito, procure tirar proveito da existência de quadros competentes e experientes na província de Sofala, desde os administradores distritais, membros do Conselho dos Serviços de Representação do Estado e no Conselho Executivo Provincial”, orientou o Presidente Nyusi, considerando fundamental que Chamutota garanta a participação dos cidadãos na resolução dos problemas próprios da sua comunidade, mas sempre com a necessária coordenação com o governador da província.

Cecília Chamutota torna-se a mais jovem mulher na história governativa do país a desempenhar as funções de secretária de Estado numa província, o que de acordo com o Presidente da República, é mercê da sua dedicação e prova de maturidade no exercício de funções de vice-ministra das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos.

Com efeito, assume mais um desafio, desta feita de dar continuidade na implementação de programas de desenvolvimento na província de Sofala, representando o Estado e o Governo central na província, bem como fazer a supervisão dos serviços de Estado não adstritos aos órgãos de coordenação descentralizada provincial, nem às autarquias locais dentro da respectiva jurisdição provincial.

O secretário de Estado na província é, por conseguinte, o garante da unicidade do Estado, da defesa da integridade e da soberania nacional na província para a qual Chamutota foi nomeada.

Na mesma cerimónia, o Presidente da República também empossou para o cargo de Chefe do Protocolo do Estado o ministro plenipotenciário Fernando Chomar, cujas funções especificas incluem assessorar e assistir o Presidente da República em questões protocolares, aplicar as normas e práticas do Protocolo do Estado definidas pelo Governo ou entidades competentes, identificar e observar as normas e preceitos referentes às imunidades e privilégios constantes das Convenções de Viena sobre as relações diplomáticas e consulares.